Veja dicas de como se tornar um bom corretor de imóveis

Veja dicas de como se tornar um bom corretor de imóveis

Veja dicas de como se tornar um bom corretor de imóveis

Conheça algumas dicas em comemoração ao dia do Corretor de Imóveis

Timidez não precisa ser desculpa para não investir na carreira de corretor de imóveis. Estudo, autoconfiança e dedicação são fatores que ajudam o profissional a vencer a vergonha para se destacar entre os demais.

Somente no estado de São Paulo existem 92.183 corretores, de acordo com o Creci-SP (Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo).

“De todos os inscritos no Creci-SP, 83% são profissionais têm formação em outras áreas, como medicina, odontologia, advocacia, entre outras”, afirma José Augusto Viana Neto, presidente do Conselho.

No entanto, a formação em outros campos não significa que o profissional não tenha que fazer um curso específico, de acordo com Viana Neto.

“Um curso técnico em transações imobiliárias é obrigatório por lei para quem quer ser um corretor imobiliário”, ressalta.

Neste Dia do Corretor (27 de agosto), reunimos dicas com o presidente do Creci-SP para ajudar os profissionais que desejam se tornar um bom corretor de imóveis. Confira:

Curso – Para aqueles que querem trabalhar como corretor, a recomendação de Viana Neto é fazer um curso presencial. “Eles são melhores que os à distância. Com 1.300 horas no currículo, a qualidade é incontestável”, afirma.

“A meu ver, o melhor curso que tem hoje em São Paulo é no Centro Paula Souza, que é gratuito”, indica o presidente.

Estágio – No decorrer do curso, o aluno pode recorrer a uma inscrição de estagiário no Creci, segundo Viana Neto.

“Sob a supervisão de um corretor, o aluno pode aprender na prática como se atende, como fazer a demonstração de um imóvel e sobre as documentações que devem ser analisadas”, diz.

Vencer a timidez – Para se tornar um bom corretor, é preciso ignorar a vergonha. Para quem é muito tímido, isso pode parecer algo impossível, mas, o estudo do assunto ajuda a deixar o trabalho acontecer com mais naturalidade.

O presidente do Creci-SP afirma que dominar o assunto é uma poderosa arma contra a timidez, já que saber do que está falando aumenta a autoconfiança.

“O período de estágio é um bom momento para perder a timidez. Com 123 horas de prática, o profissional consegue vivenciar um período adequado para ter visão da atividade e transitar por ela”, afirma.

Obter bom conhecimento sobre documentação imobiliária e ter boas noções a respeito de projetos arquitetônicos deixam o profissional mais seguro para explicar e tirar as dúvidas do cliente.

Diálogo – Para descobrir o melhor negócio para o cliente, o corretor de imóveis precisa conversar bastante com ele.

Quanto mais se conversa com o potencial comprador, maiores são as chances de entender suas necessidades, segundo Viana Neto. “O bom profissional tem que saber ouvir muito”, alerta.

Bom relacionamento – Viana Neto diz acreditar que gerentes de bancos e administradores de empresas são profissionais que, geralmente, se tornam bons corretores.

“Eles conhecem clientes que aplicam dinheiro, portanto a relação com essas pessoas pode ajudar a convencê-las a investirem em imóveis”, aponta.

Agenda – Manter a agenda atualizada com os contatos dos clientes, assim como as datas em que compraram imóveis e seus aniversários, favorece a relação.

“Mandar um e-mail mostrando quanto o imóvel valorizou em um ano, por exemplo, ajuda o corretor a ser lembrado pelo cliente”, diz.

A orientação do executivo do Creci é que o bom atendimento do profissional marque o comprador ou locatário para que ele possa indicá-lo à família e amigos. “Quando há recomendação, a confiança do cliente no corretor é muito maior”, avalia.

Vestimenta – Saber se vestir de maneira adequada e bem apresentável é fundamental. “Higiene pessoal também deve ser impecável na hora de encontrar o cliente”, lembra Viana Neto.

O carro também deve estar sempre limpo para não causar uma impressão ruim. “Se o cliente entrar no automóvel, não se deve ligar o rádio, pois a música atrapalha a conversa e desvia o raciocínio”, diz Viana Neto.

Fonte: Revista Zap Imóveis

Conteúdos

Nosso Blog

J.Simões Engenharia firma parceria com o Grupo LOFT
/blog

J.Simões Engenharia firma parceria com o Grupo LOFT

Ver completa
5 Pontos importantes na busca por um novo lar
Benefícios de um Coworking integrado ao condomínio
/blog

Benefícios de um Coworking integrado ao condomínio

Ver completa
Como a Tecnologia está mudando o modo de viver
Conheça mais sobre o Guararapes
Conheça as melhores formas de aproveitar os espaço no apartamento
/blog

Conheça as melhores formas de aproveitar os espaço no apartamento

Ver completa
Passo a passo para fazer um investimento imobiliário
/blog

Passo a passo para fazer um investimento imobiliário

Ver completa

Conteúdos

Nosso Blog

J.Simões Engenharia firma parceria com o Grupo LOFT
/blog

J.Simões Engenharia firma parceria com o Grupo LOFT

Ver completa
5 Pontos importantes na busca por um novo lar
Benefícios de um Coworking integrado ao condomínio
/blog

Benefícios de um Coworking integrado ao condomínio

Ver completa
Como a Tecnologia está mudando o modo de viver
Conheça mais sobre o Guararapes
Conheça as melhores formas de aproveitar os espaço no apartamento
/blog

Conheça as melhores formas de aproveitar os espaço no apartamento

Ver completa
Passo a passo para fazer um investimento imobiliário
/blog

Passo a passo para fazer um investimento imobiliário

Ver completa
Entre em contato no whatsapp

Qual assunto deseja tratar?

Absoluto Parque do Cocó Azzurra Aldeota J.Smart Carolina Sucupira J.Smart Dom J.Smart José Vilar J.Smart Vicente Leite Serenitá Residence J.Smart Guararapes
Sou Corretor de Imóveis Já sou Cliente