Área do Cliente

Esqueceu a Senha?

Fidelidade Corretor


Esqueci minha senha

Soluções de decoração para otimizar seu espaço

25 de agosto de 2017
117393-estender-500-palavras-solucoes-de-decoracao-para-otimizar-espaco-em-imoveis-pequenos

Apesar de apartamentos com varandas gourmet e amplos espaços integrados estarem na moda, os apartamentos compactos estão tomando conta das grandes cidades como um alternativa de moradia viável e prática para jovens solteiros ou famílias pequenas.

Como casa compacta não é sinônimo de lar desconfortável, algumas dicas básicas de decoração para espaços pequenos tornam possível maximizar o aproveitamento de cada cômodo e transformar um imóvel com dimensões enxutas em um local aconchegante e, claro, bonito!

Confira:

Use espelhos para ampliar ambientes

Estratégia muito utilizada por profissionais da área de decoração, usar espelhos nos ambientes dá a impressão de que os espaços são mais amplos e melhoram a luminosidade. Quanto maior o espelho, maior será a sensação de amplitude, mas dispor vários espelhos — com formatos e tamanhos iguais ou diferentes — na mesma parede também é uma boa alternativa.

Apesar de serem peças-chave na decoração, principalmente em espaços pequenos, alguns cuidados são necessários para que os espelhos não se tornem um problema: leve em consideração o que eles irão refletir para escolher o local de fixação e certifique-se de que eles sejam bem colocados para evitar qualquer risco de acidentes.

Espelhos grandes ficam perfeitos no hall, na parede em frente à porta de entrada da sala de estar, na sala de jantar ou nas portas do guarda-roupas, por exemplo. Espelhos menores podem ser colocados no lavabo (ou banheiro social) e na copa.

Aposte em cores claras

Cores claras refletem mais luz e, por isso, auxiliam na luminosidade dos cômodos em que são predominantes. Optar por elas na hora de pintar as paredes e escolher os móveis é uma forma de garantir que o ambiente mantenha uma atmosfera leve.

As cores escuras, ao contrário, absorvem mais luz e passam a impressão de que os ambientes são menores. Por isso, use e abuse das tintas claras como marfim, gelo e tons pastel coloridos. Caso não queira deixar as cores escuras de lado, use-as em objetos pontuais ou em um móvel (nunca em todos ao mesmo tempo).

Escolha peças visualmente leves

Arabescos, texturas e efeitos tridimensionais são artifícios usados em muitos objetos de decoração e móveis. Mas, este excesso de detalhes é um vilão para quem não tem espaço sobrando. Por isso, dê preferência a objetos com superfícies mais regulares e simples.

Por outro lado, não precisa se desfazer daquela lembrança de viagem ou da cômoda rococó herdada dos seus avós. Da mesma forma que você pode ter alguns poucos detalhes com cores mais fortes, uma ou duas peças mais rebuscadas.

Considere móveis planejados para organizar e ganhar espaço

Móveis feitos sob medida ajudam a aproveitar espaços esquecidos ou que você julgava não ter nenhuma utilidade. Eles podem estar presentes na sala, nos quartos, na cozinha e no banheiro, ajudando a organizar seus pertences e criando soluções personalizadas para os cômodos do seu lar.

Antes de aprovar o projeto, analise bem se ele atende a todas as suas necessidades: cinco gavetas pequenas não têm serventia para quem precisa de uma grande, por exemplo.

Um detalhe importante sobre armários projetados para apartamentos pequenos é que eles farão os cômodos parecerem maiores se não ocuparem a parede de cima a baixo.

Invista em móveis com dupla função ou estendíveis

Investir em móveis com mais de uma função ou que mudam de tamanho é uma grande solução para casas pequenas. Dependendo do seu orçamento e da sua pressa, as opções são várias:

  • beliches;
  • sofá cama;
  • cama box com gaveteiro;
  • cama suspensa com escrivaninha;
  • pufes com baú interno (que também podem servir como apoio e mesa de centro);
  • mesas estendidas e retráteis;
  • kits de armários para cozinhas;
  • armários multiúso etc.

Abuse de suportes, prateleiras e armários suspensos

Para os pequenos espaços, os suportes, prateleiras e armários suspensos são opções inteligentes, pois não comprometem a área de circulação.

Eles podem ser instalados em qualquer cômodo, sendo úteis para organizar instrumentos musicais, revistas, livros, coleções em geral, objetos de decoração, plantas e o que mais for necessário. Um suporte para televisão garante mais espaço sobre a superfície do rack ou estante.

Atente-se para não instalar prateleiras muito longas nem concentrar muito peso em cima delas, evitando que enverguem. Calcule as alturas de instalação com cuidado para que não haja o risco de alguém distraído bater com a cabeça. Também não economize nos parafusos necessários para manter tudo em segurança.

Outro item que pode se beneficiar dos suportes é a bicicleta. Com uma escolha bem pensada sobre sua localização, pode até complementar a decoração!

Esconda a bagunça com classe

Na falta de um “quarto da bagunça”, tome cuidado para que objetos espalhados não diminuam ainda mais o pouco espaço disponível. A organização é uma importante aliada para manter a sensação de ambiente livre mesmo nos menores cômodos.

Utilize caixas organizadoras para reunir objetos pequenos utilizados esporadicamente (como os enfeites de natal) e armazene-as embaixo da cama ou sobre os armários; baús e malas podem armazenar roupas fora de estação, jogos de tabuleiro, livros, brinquedos etc; ganchos na parte interna das portas são perfeitos para pendurar roupa usada — que ficará escondida quando a porta for aberta.

Se for preciso concentrar itens diversos em um só espaço, utilize cortinas ou biombos (quando possível) para esconder o que estiver fora do lugar. Também é válido concentrar a bagunça atrás de um móvel grande, deixando a desorganização fora do alcance da visão (pelo menos para as visitas).

Exercite o desapego

Abrir mão de coisas que não servem mais, que você não usa ou que não fazem mais sentido em sua vida auxilia bastante na decoração do seu pequeno imóvel. Praticando o desapego, você consegue ter mais espaço e pode organizar o seu apartamento com os itens que você realmente dá valor e se interessa.

O que estiver parado pode ser:

  • vendido: itens novos que foram comprados por impulso ou em ótimo estado de conservação podem ser oferecidos em brechós, bazares, feiras livres ou mesmo em plataformas virtuais.
  • reaproveitado: use louça antiga ou danificada para servir de vasos para suculentas; retalhos feitos a partir de roupas esquecidas para costurar tapetes ou capas para almofadas; gavetas velhas como nichos, etc;
  • doado: selecione as peças sem uso que estejam em bom estado (roupas, acessórios, objetos, eletrodomésticos, móveis etc) e direcione-os para uma instituição de caridade;
  • reciclado: separe jornais, revistas, livros e papéis antigos em geral, embalagens e objetos de plástico, vidro ou metal que possam ser entregues a um profissional de reciclagem ou cooperativa.

E então, agora você se sente mais orientado sobre como proceder com a decoração para espaços pequenos? Seguindo essas dicas você terá um espaço funcional, criativo e confortável para você e sua família. E, caso ainda tenha alguma dúvida, use o espaço de comentários para compartilhá-la — teremos satisfação em responder!

Compartilhe esse conteúdoShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Comentários

Telefone

Telefone:

(85) 3133.4050

Whatsapp do Cliente

Whatsapp p/ Clientes:

(85) 98628-0062

Whatsapp do Corretor

Whatsapp p/ Corretores:

(85) 98203-2700

E-mail

Enviar e-mail

jsimoes@jsimoes.com.br