Área do Cliente

Esqueceu a Senha?

Fidelidade Corretor


Esqueci minha senha

Posso comprar o imóvel novo dando o antigo como parte do pagamento?

18 de julho de 2017
104739-estender-500-palavras-posso-comprar-o-imovel-novo-dando-o-antigo-como-parte-do-pagamento (1)

O momento da economia faz com que as pessoas fiquem mais receosas nas suas aplicações e recorram a alternativas mais experimentadas e garantidas de investimento. Dentro desse contexto, o mercado imobiliário surge como um porto seguro, pois sabemos que as propriedades sempre acabam se valorizando.

Para reduzir os custos e a incidência de impostos e taxas, é normal seguir em busca de opções menos dispendiosas para esse negócio, e é aí que surge a permuta imobiliária.

Quer descobrir se você pode comprar um imóvel novo dando o antigo como entrada? Confira a resposta no conteúdo a seguir!

É possível comprar um imóvel novo dando o antigo como entrada?

Sim! É perfeitamente possível comprar um imóvel novo dando o antigo como entrada, e essa é uma forma inteligente de fazer um negócio mais econômico do que simplesmente vender e comprar outro. O nome desse tipo de transação é permuta imobiliária.

Essa é uma forma perfeitamente legal de pagar menos Imposto de Renda (IR) sobre as transações de imóveis, pois as regras para a permuta são bem específicas. Na J.Simões vários imóveis podem entrar como parte de pagamento, estando dentro dos critérios solicitadas pela construtora, o imóvel é avaliado pela construtora e pode ser recebido desta forma.

Quais as condições para fazer a permuta imobiliária?

A condição principal para acontecer é, logicamente, que os proprietários desejem, mutuamente, fazer essa troca, e estejam com uma postura flexível para negociar e discutir uma solução que atenda às expectativas de ambos.

Isso é imprescindível, porque cabe a cada contratante interessado confiar na avaliação feita e negociação do pagamento a parte do imóvel colocado no negócio.

Quais são as vantagens da permuta imobiliária?

A maior das vantagens de comprar um imóvel novo dando o antigo como parte de pagamento é, como dissemos, a possibilidade de isenção ou diminuição considerável do Imposto de Renda sobre transações imobiliárias. Afinal, a tributação segue proporcional caso exista o complemento em dinheiro (torna). E, quanto menor a torna, menor a tributação.

Esse tipo de escambo acaba representando um verdadeiro alívio em termos burocráticos, pois, como teoricamente há interesse das duas partes em fechar negócio, o acordo acaba sendo costurado com muito mais facilidade. Portanto, serão desnecessárias as discussões sobre formas de pagamentos, empréstimos e financiamentos.

Existem desvantagens na permuta imobiliária?

A desvantagem da permuta imobiliária está nas probabilidades: não é muito fácil encontrar outra pessoa disposta a fazer o negócio. Sabemos que imóveis não são encarados de forma racional pelos seus proprietários: entram na conta o apego sentimental, o dinheiro gasto em melhorias e o medo de perder dinheiro. A J.Simões sabendo disso lança campanha de recebimento de imóvel como parte do pagamento com a melhor avaliação.

No entanto, quando se acha alguém com vontade de fazer o acordo, todo o restante será bem mais vantajoso!

Quais cuidados tomar na permuta imobiliária?

Conferir a situação legal dos bens

O primeiro dos cuidados que você precisa tomar na permuta imobiliária é conferir a situação legal dos bens e ter a certeza de que eles estão regulares. Para isso, é imprescindível que os contratantes realizem uma pesquisa prévia sobre as verdadeiras condições das unidades que pretendem adquirir por meio dessa modalidade.

Para facilitar todo esse processo, os dois envolvidos podem compartilhar arquivos que contenham, por exemplo, as certidões e os outros documentos que possam comprovar que está tudo em dia, sobretudo possíveis dívidas, penhoras e ações judiciais que possam comprometer a segurança do negócio.

Dar atenção ao tipo de contrato

Os contratos do mercado imobiliário não são nada simples e isso é de conhecimento geral dos brasileiros. Por isso mesmo, no caso de uma permuta que ainda é diferente de um contrato comum de compra e venda, é ainda mais importante redobrar a atenção e tomar alguns cuidados para evitar dores de cabeça no futuro.

Nessa modalidade, a transação é feita por meio de uma escritura pública e deve constar de forma bem clara diversos itens, como as datas de entrega dos bens e as responsabilidades proporcionais pelos custos e tributos. Também pode ser interessante prever uma garantia ou multa caso um dos envolvidos venha a desistir do negócio.

Contar com ajuda profissional

Como vimos, por se tratar de uma negociação menos comum do que uma venda simples, a permuta imobiliária demanda ainda mais a ajuda de um profissional.

Ele saberá estipular alguns fatores como os valores do complemento em dinheiro, se houver, e também as formas de pagamento da torna ou outros detalhes do gênero. O profissional também ajuda na análise dos documentos e na busca por irregularidades ou ações judiciais contra a outra parte.

E então, entendeu como comprar um imóvel novo dando o antigo como entrada? A permuta imobiliária pode ser o caminho mais curto entre você e a casa ou o apartamento dos seus sonhos! Conte-nos o que você achou desta modalidade de negócio nos comentários!

Compartilhe esse conteúdoShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Comentários

Telefone

Telefone:

(85) 3133.4050

Whatsapp do Cliente

Whatsapp p/ Clientes:

(85) 98628-0062

Whatsapp do Corretor

Whatsapp p/ Corretores:

(85) 98203-2700

E-mail

Enviar e-mail

jsimoes@jsimoes.com.br