Icone Instagram Icone Facebook Icone Youtube

Área do Cliente

Esqueceu a Senha?

Fidelidade Corretor


Esqueci minha senha

Separei! Devo comprar ou alugar um imóvel?

10 de janeiro de 2018
separei

Comprar ou alugar um imóvel é uma das dúvidas que surgem entre as questões práticas de uma separação.

A separação conjugal é cada vez mais comum no Brasil. Independentemente do tipo de separação, amigável ou litigiosa, esta é uma fase bastante estressante na vida, que traz muitos aspectos emocionais e burocráticos para lidar ao mesmo tempo.

Geralmente, um dos dois, ou as duas pessoas que formavam o casal terão que encontrar um novo lugar para morar, diante da mudança na configuração da vida. Como decidir se é melhor comprar ou alugar um imóvel no meio desse turbilhão?

Nós separamos algumas informações importantes para você analisar a respeito das duas possibilidades, antes de decidir.

Instabilidade emocional para comprar ou alugar

De acordo com a Escala Holmes e Rahe, o divórcio é o segundo evento mais estressante na vida de uma pessoa, e a separação, o terceiro.

Esta situação, de extremo impacto emocional, afeta o apetite, o sono e a saúde. Nestas circunstâncias a nossa capacidade de julgamento e tomada de decisão ficam comprometidas.

Se você está passando por uma situação como esta, considere a possibilidade de hospedar-se temporariamente na cada da família ou de amigos, pelo menos até resolver todas as questões burocráticas e práticas da separação. Assim, você ganha algum tempo para perceber-se neste novo momento de vida.

Se possível, outra opção é conviver com o(a) ex-parceiro(a) até que você consiga encontrar um bom imóvel para comprar ou alugar. Por preservar a liberdade e autonomia que uma pessoa adulta precisa, esta é a opção mais comum.

Seja qual for a sua escolha, a ideia é tentar se organizar emocionalmente antes de decidir comprar ou alugar um imóvel e assinar um contrato de aluguel que vai durar, no mínimo, um ano, ou usar os seus recursos financeiros na aquisição de um bem de alto valor.

Novo estilo de vida

A rotina e a dinâmica da casa de um casal são bem diferentes da casa de uma pessoa que mora sozinha. Desde a estrutura do imóvel, pois o local poderá ser menor, até a necessidade de remobiliar parcial ou totalmente a casa, por conta da divisão de bens ou por questões de renovação e desapego emocional.

Nesse sentido, um imóvel alugado oferece algumas restrições em relação à ocupação do espaço e decoração personalizada do ambiente, já que os contratos de locação não permitem uma série de modificações no imóvel.

Saiba que em um apartamento alugado você não poderá, por exemplo, mudar a cor das paredes, nem furá-las para fixar itens, como varão para cortinas, prateleiras, móveis, quadros etc.

Qualquer alteração nas características do imóvel deve ser autorizada previamente pelo proprietário e, mesmo assim, quando você entregar o imóvel, tudo deve ser reparado para a aparência original.

Em um momento no qual a vida pede renovação, é provável que você queira liberdade para decorar a sua nova casa com o seu estilo e conforme as suas preferências. Antes de decidir se vai comprar ou alugar, pense nisso.

Redução da renda

A partir da separação do casal é ainda mais importante tomar as rédeas da sua vida financeira.

Antes, a renda de duas pessoas bancava a casa para as duas, ou seja, grosseiramente falando, o orçamento doméstico tinha renda dobrada e despesa dividida.

Agora, a renda é só sua e todas as despesas também: seguro do imóvel, IPTU, condomínio, TV a cabo, conta de luz, telefone, internet, celular, plano de saúde etc.

É prudente analisar se depois da partilha de bens você poderá aumentar o seu capital. Pode ser uma alternativa de somá-lo às reservas financeiras que você já tem, como aplicações, FGTS e até mesmo considerar vender o carro, para que o montante total seja seu passe para a casa própria.

Pense na possiblidade de investir o seu dinheiro em um imóvel próprio e não se preocupe mais com o aluguel.

Autoestima

Pode demorar um pouco mais, ou um pouco menos, mas a vida vai se estabilizando com o passar do tempo pós-separação.

A autoestima é fundamental nesse processo. Um bom combustível para a autoestima é fazer planos, traçar e realizar micro metas, ir se estimulando e recompensando até conseguir grandes realizações.

As sensações de merecimento, empenho e sucesso são o motor de uma autoi!magem positiva.

Aproveite a oportunidade para fazer planos de patrimônio, como adquirir o seu próprio apartamento. É a melhor maneira de garantir uma moradia segura e confortável, para um futuro estável.

E você, precisa de mais informações para decidir se vai comprar ou alugar um apartamento? Leia outros posts sobre Imóveis e Estilo de Vida no nosso blog.

Compartilhe esse conteúdoShare on Facebook0Share on Google+0Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn0

Comentários

Telefone

Telefone:

(85) 3133.4050

Whatsapp do Cliente

Whatsapp p/ Clientes:

(85) 98628-0062

Whatsapp do Corretor

Whatsapp p/ Corretores:

(85) 98203-2700